top of page

Conheça as causas e tipos de catarata

Atualizado: 5 de jun. de 2023

A catarata é caracterizada pelo embaçamento e opacidade do cristalino, que é a lente natural dos olhos, assim afetando um ou dois olhos.

O cristalino tem duas funções: acomodação, focalizar imagens de perto e de longe e focalizar as imagens que olhamos diretamente na retina, para enxergarmos com nitidez.

Como o cristalino perde seu poder de acomodação com a idade, pode surgir após os 40 anos a presbiopia.


O que causa a catarata?
  • Envelhecimento (fator principal)

  • Infecções e problemas nutricionais na gravidez

  • Traumas (causa mais comum entre os jovens, ocasionados por ferimentos que resultam em uma inflamação, como acidentes domésticos, agressões físicas etc, induzindo à catarata.)

  • Uso de medicamentos (a catarata aparece após usar continuamente corticoides, anticolinesterásicos, entre outros.)

  • Determinadas doenças (dermatite atópica, diabetes, uveíte etc.)


Quais os sintomas da catarata?
  • Perda gradual da qualidade e quantidade da visão

  • Visão embaçada

  • Sensibilidade à luz

  • Visão dupla

  • Dificuldade em enxergar à noite

  • Cores antes brilhantes, visualizadas desbotadas ou amareladas

  • Necessidade de mais luz para leitura

  • Reflexos ao redor das luzes

  • Pontos luminosos ao redor da visão


Quais os tipos de catarata?

Catarata traumática – causada devido a algum trauma como contusões, radiação, descarga elétrica

Catarata secundária – pode ocorrer a partir de doenças inflamatórias como uveíte, glaucoma agudo, alta miopia, distrofia hereditária de fundo de olho, uso de corticoides

Catarata congênita – pode estar presente no nascimento do bebê ou formar-se no primeiro ano de vida e pode se desenvolver por mutações genéticas, anormalidades cromossômicas, infecções durante a gravidez, abuso de álcool ou drogas, mas nem sempre apresenta sintomas e pode ser removida apenas se interferir na visão do bebê.

Catarata senil -

Dividida em 3 subtipos:

Catarata nuclear – formada no cristalino, tornando o núcleo do olho turvo ou opaco, deixando uma coloração amarelada ou amarronzada

Catarata cortical – aparece em volta das extremidades do núcleo em forma de cuia

Catarata subcapsular posterior – desenvolve-se mais rápido, afetando a parte de trás da lente


Como é feito o diagnóstico?


O diagnóstico se baseia na sua queixa, histórico de saúde e no exame ocular completo, incluindo a dilatação da pupila.


Existe tratamento?


O único tratamento para a catarata é a cirurgia, promovendo a troca do cristalino por outra artificial, chamada lente intraocular.


Podemos tomar algumas precauções que ajudam a reduzir os fatores de risco ligados à doença, como:


  • Não fumar

  • Proteger os olhos da radiação ultravioleta, principalmente UVB

  • Evitar o uso de corticóides

  • Ter uma dieta equilibrada e fazer exercícios


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page