top of page

Telômeros: a chave contra o envelhecimento

Atualizado: 5 de jun. de 2023

Mesmo com o avanço da Medicina, ainda há campos inexploráveis, desconhecidos e obscuros a respeito do envelhecimento celular.



No entanto, a chave contra o envelhecimento pode estar na própria célula.


Sabe-se que na extremidade livre de um cromossomo, encontra-se uma região formada por DNA não codificante denominada de telômero, cuja função é manter a estabilidade do cromossomo.


A cada divisão celular os telômeros vão sendo encurtados, quando atingem uma extensão crítica, os cromossomos tornam-se instáveis e a célula cessa suas divisões, até perderem a sua funcionalidade, esse é um dos fatores que estão associados ao envelhecimento.


Sabe-se que telômeros curtos significam envelhecimento e que diversas enzimas garantem o funcionamento correto dos telômeros, em particular a telomerase. A principal função da telomerase é repor os telômeros nas extremidades cromossômicas, adicionando nucleotídeos aos telômeros, reajustando continuamente o relógio celular.

Sendo assim, agindo na enzima telomerase, estaríamos agindo contra o envelhecimento.


Hoje sabe-se que mudanças no estilo de vida, como por exemplo a prática da meditação, exercícios físicos e alguns nutrientes influenciam diretamente nessa enzima.


Quais alimentos ativam a produção de telomerase?

Nutrientes anti-inflamatórios e antioxidantes podem ajudar e prevenir a rápida erosão dos telômeros.


Exemplos:

  • curcumina - ingrediente ativo da cúrcuma

  • resveratrol - antioxidante extraído das uvas

  • polifenóis do chá verde

  • vitamina A - antioxidante e envolvida na especialização celular

  • vitamina C - antioxidante

  • vitamina D - vitamina e hormona envolvida no processo de divisão celular

  • ômega 3 - ajuda a evitar a tendência inflamatória do corpo





0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


WhatsApp
bottom of page