Por que a osteoporose atinge mais as mulheres?

A osteoporose é marcada pela diminuição progressiva da densidade dos ossos. Isso aumenta o risco de fraturas, sendo que as fraturas vertebrais são as mais comuns. Para ter ideia, estimamos que um terço das mulheres acima de 65 anos tem uma ou mais fraturas nas vértebras.



Por que as mulheres são mais acometidas pela osteoporose? A história tem a ver com os hormônios. Na osteoporose, vemos uma redução da massa óssea a níveis insuficientes para a função de sustentar o esqueleto. Pois os hormônios femininos, genericamente denominados de estrogênios, têm importância basilar para a integridade e a resistência óssea.


Assim, a deficiência desse hormônio a partir da menopausa tem um efeito deletério à robustez dos ossos. Isso explica por que a osteoporose é bem mais comum em mulheres com mais de 50 anos.


Por isso, apresentamos para você a Fórmula auxiliar no combate a osteoporose. Conheça sua composição:


• Vitamina D3: fundamental para a absorção do cálcio pelo organismo.

• Vitamina K2: capaz de ativar uma enzima que retira o cálcio das artérias e deposita nos ossos, evitando calcificações arteriais e renais. Além disso, fortalece os ossos e previne osteoporose.

• Magnésio dimalato: favorece a absorção do cálcio da alimentação e reduz a incidência de câimbras e fraqueza muscular.

• Cálcio: faz parte da constituição dos ossos, por isso sua suplementação é importante para quem necessita fortalecimento ósseo.

• Boro: mineral presente no corpo. Ele influencia o metabolismo dos macro minerais e alguns hormônios. O boro atua otimizando o metabolismo do cálcio, potássio, magnésio, vitamina D e também a eficiência funcional das membranas. A suplementação de boro reduz a excreção de magnésio, tornado a ingestão desse mineral mais eficiente.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo